As Bodas de Caná da Galiléia

Por Amilcar Rodrigues-gnoticias- em 26 de janeiro de 2016

As Bodas de Caná da GaliléiaSão um sinal para que creiamos que Jesus é o Cristo e para que crendo tenhamos vida em Seu nome, Jo 20:30 e 31.

A interpretação deste sinal, é o que desejo compartilhar com o Leitor, pois excede o milagre de converter a água em vinho, Jo 2.

Diferente dos evangelhos sinópticos, João escreveu num estilo literário em que os símbolos transmitem idéias ou revelações.

Com o objectivo de anunciar a mensagem dos propósitos de Deus estabelecendo uma Nova Aliança, pelo que também é considerado o Evangelho aos hebreus.

A narrativa descreve um casamento em que não é referido o nome dos nubentes. Entre os convidados, encontravam-se Jesus, Sua mãe e os discípulos que Ele acabara de chamar, Jo 1:40 a 49.

Durante a boda acabou-se o vinho e Maria, mãe de Jesus, lhe fez saber como quem procura encontrar uma resposta para suprir a necessidade ao que Jesus lhe respondeu que ainda não era chegada a hora dele.

É muito pertinente saber que “a hora de Jesus” estava para acontecer e como quem pressente o acontecimento, Maria, Sua mãe, foi logo instruindo que fizessem o que Seu Filho dissesse. Chegada a hora, foram mandadas encher as seis talhas com água pois o vinho tinha-se acabado e não podia faltar numa boda de casamento.

Quando Jesus converteu a água em vinho, mandou que este fosse levado ao mestre-sala para que este o degustasse. Muito se surpreendeu ao saborear o novo vinho que era mais excelente que o primeiro que tinha acabado.

Com isto, se entende que o Novo Vinho é superior ao Antigo Vinho, ou seja, a Antiga Aliança ou o Pacto deu lugar à Nova Aliança de superiores promessas, Hb 8:6.

Com este sinal, Jesus se revelou aos Seus discípulos e nele creram Jo 2:11.

Sabemos que até hoje permanece este sinal pois o Noivo aguarda a noiva, a eclésia, que está sendo preparada para as bodas nupciais, Ap 21:9.

Em memória deste sinal, celebramos a Ceia do Senhor, até aos dias de hoje bebendo o cálice que representa o Sangue que Jesus por nós verteu expiando os nossos pecados, Jo 6:53-57.

Com este sinal Jesus deu início ao Seu Ministério.

casal com uma missão
Amílcar e Isabel Rodrigues

“As opiniões ditas pelos colunistas são de inteira e única responsabilidade dos mesmos, as mesmas não representam a opinião do Gospel+ e demais colaboradores.”
1
Amilcar Rodrigues foi ordenado pastor em 1978 na “Apostolic Faith Mission” na República da África do Sul, onde fez estudos teológicos. Como missionário em Portugal, fundou três igrejas e foi Presidente Nacional da Comissão de Programas da Aliança Evangélica Portuguesa, para a televisão, RTP2. Foi formado produtor de televisão “Broadcast” pela “Geoffrey Connway Broadcast Academy” Toronto, Canadá, é filiado do “Crossroads Christian Comunication”. Em 1998 veio para o Brasil convidado pelo Ministério Fé Para Todos, Rio de Janeiro. No ano 2000 fundou em Cabo Frio uma congregação do mesmo Ministério e foi nomeado Vice-Presidente do Conselho de Pastores até ao ano de 2004. Em 2006 ficou cego. Escreveu o livro “Deus da Aliança” , Evangelho dos Sinais aos Hebreus” e “Contos do Apocalipse”. Foi convidado pelo Gospel+ para participar como colunista em Maio de 2012.Por