Categorias
Noticias

Após limpar nariz com pano de prato, Ana Maria Braga faz exigência na Globo

  Na última semana, Ana Maria Braga, 68, cometeu uma nova gafe no programa “Mais Você”. Durante uma receita na cozinha do matinal, a apresentadora    se emocionou e acabou limpando o nariz com um pano de prato que estava perto dela.

Sem perceber a gafe da global, o cozinheiro pegou o mesmo artigo logo em seguida para secar um queijo que fazia parte da lista de ingredientes da sua preparação. O mico repercutiu na web e se transformou em vários memes. “O programa ao vivo faz com que a gente viva situações engraçadas, às vezes constrangedoras e até mesmo erradas. Dessa vez foi um erro, mas tenho perdão (risos)”, disse a loira para o site “Notícias da TV”.

Ana Maria se justificou dizendo que ficou sensibilizada com a história de vida do cozinheiro. “Quando percebi não tinha mais tempo pra nada, estava com com o nariz escorrendo e foi a primeira coisa que vi na minha frente. Eu nunca imaginei e também não percebi que o convidado pegou o mesmo pano”, falou ela que fez uma exigência na emissora. “Lamento, mas a partir de agora, pedi para distribuírem muitas caixinhas de lenço pelo cenário, porque realmente sou chorona”, declarou.

yahoo
Categorias
Noticias

Globo apela para fornicação e incesto em BBB e o público se choca com as cenas e com a naturalidade da filha e da mãe

   Entre balada, bebidas e luzes, Ayrton agarra a filha Ana Clara e beija-lhe, demoradamente, na  boca até que a menina interrompe o beijo.

   Em seguida, Ayrton deita-se sobre Ana Clara, passa o braço sobre o sobrinho Jorge, e contrair as nádegas em movimentos de sexuais.

Ayrton vê Ana Clara, enrolada em uma toalha de banho, e pergunta se ela já está de calcinha. “Tô”, responde ela.  Ayrton abre a toalha para conferir. “Já       estou!”, diz ela, ele abaixa a cabeça e se afasta com cara de tristeza,Eva, a mãe,finge que não vê e sorri.

Se é incesto ou fornicação, não sei, mas que são cenas chocantes e que depravam as mais liberais famílias brasileiras. A Globo apelou de vez, não               bastasse os autores das suas telenovelas promoverem as mais insensatas cenas de depravação moral e dos bons costumes razão pela qual as suas               audiências despencam pelos exageros apresentados pelos seus autores. Com informações da Revista Veja.

Categorias
Cultos Estudos Israel

Fantástico nega ressurreição em matéria sobre Jesus

Programa ignora relatos bíblicos ao falar sobre túmulo em Jerusalém

 

 

Fantástico nega ressurreição em matéria sobre JesusFantástico nega ressurreição em matéria sobre Jesus
O programa Fantástico, transmitido pela rede Globo aos domingos exibiu uma matéria sobre a restauração da Basílica do Santo Sepulcro na noite do dia 6. Contudo, a revista dominical mais antiga da televisão brasileira cometeu dois erros grosseiros ao falar sobre o assunto.
A reportagem mostrava as cenas do trabalho de restauração da igreja construída no século 4 sobre a pedra onde se acredita que o corpo de Cristo foi depositado depois da crucificação.

Os apresentadores Tadeu Schimdt e Poliana Abritta chamaram o local, no centro de Jerusalém, de “um dos mais importantes do cristianismo”. Logo em seguida, foi mostrada uma animação de como teria sido “cavado” o túmulo na rocha e disseram que isso era “segundo os textos bíblicos”.

Contudo, ao lembrar os eventos que sucederam há dois mil anos atrás, a narração afirma: “a tumba não guarda mais o corpo de Jesus que desapareceu dias depois do sepultamento”. Mais que um erro grosseiro de redação, trata-se da negação do fato mais importante dos evangelhos: a ressurreição no terceiro dia.

A matéria prossegue, mencionando as narrativas de “várias passagens bíblicas”. Lembra que no evangelho de Mateus [27:60] é mencionado um “´túmulo novo” aberto na rocha. Ao citar a passagem de Marcos 15:46, afirma que o José que colocou uma grande pedra na entrada era “pai de Jesus”.

Ora, apenas três versículos antes, o texto diz claramente “José de Arimateia, senador honrado” que “pediu o corpo de Jesus”. Uma breve lida nos três outros evangelistas – Mt 27:57, Lc 23:50 e Jo 19:38 – comprovam que se tratava de um homem rico, o dono original daquela sepultura e não o carpinteiro José, pai adotivo de Jesus, que não é mencionado na Bíblia após o início do ministério de Cristo na vida adulta.

A matéria do Fantástico, programa com grande audiência, mostra que a rede Globo não está interessada em preservar as verdades das Escrituras que cita de modo equivocado, induzindo o telespectador ao erro. Dois erros tão primários e em sequência mostram que não se primou pelo rigor jornalístico de “checar as fontes”, no caso o Novo Testamento, citado de forma parcial.

Mais grave ainda é o fato de negar-se a ressurreição, o centro da mensagem do evangelho, preferindo propagar a mesma versão falsa que os soldados romanos divulgaram após serem subornados pelos sacerdotes em Jerusalém (Mateus 28:13-15).

Anos mais tarde, o apóstolo Paulo explicaria aos primeiros cristãos, “se Cristo não ressuscitou, é inútil a nossa pregação, como também é inútil a fé que vocês têm” (1 Coríntios 15:14).

Assista a reportagem: