Categorias
Israel

Jair Bolsonaro afirma que reconheceria Jerusalém se fosse presidente

“Nossos irmãos de Israel têm direito ao seu território”, afirmou o parlamentar

         Jair Bolsonaro afirma que reconheceria Jerusalém se fosse presidente

Em entrevista ao site Terça Livre, o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC/RJ) foi veemente em seu posicionamento sobre o anúncio dos Estados Unidos reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

O parlamentar, que é pré-candidato à presidência, afirmou que, se estivesse na presidência da república atualmente, faria o mesmo que Donald Trump. Até o momento, ele foi o único dos pré-candidatos a tocarem no assunto publicamente.

“Isso, no meu entender, reforça aquilo que os nossos irmãos de Israel têm direito: o seu território”, afirmou.
No ano passado, Bolsonaro esteve em Israel, onde se encontrou com diversos políticos israelenses. Por diversas vezes ele manifestou seu apoio ao país. Anteriormente, protocolou uma nota na embaixada do país, criticando as ações do governo brasileiro, que durante o governo do PT tomou uma postura abertamente contra Israel.

 “A maioria dos brasileiros dotados de cultura, dignidade e bom senso está com o povo de Israel e contra o terrorismo”, declarou Jair Bolsonaro, acrescentando que considerava “Destrambelhada, inoportuna, hipócrita e covarde” a manifestação do governo brasileiro em favor dos palestinos. Ele não comentou diretamente a decisão do Itamraty, que insiste na solução dos dois Estados, com a divisão de Jerusalém com os palestinos.

Por Pastor Ângelo Medrado

Pr. Batista, Avivado, Bacharel em Teologia, PhDr. Pedagogo Holístico docente Restaurador, Reverendo pela International Minystry of Restoration - USA - Autor dos Livros: A Maçonaria e o Cristianismo, O Cristão e a Maçonaria, A Religião do Anticristo, Vendas Alto Nível com Análise Transacional, Comportamento Gerencial.
Casado, 4 filhos, 6 netos, 1 bisneto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.