Categorias
Cultos

Igreja Universal se pronuncia sobre vídeo de Edir Macedo dizendo que Espírito Santo quer dinheiro

Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus
Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus

Um vídeo no qual o bispo Edir Macedo diz a fiéis “não creio que o Espírito Santo queira palmas. Ele quer que você nos ajude a pagar as nossas contas. Amém? Ele quer que você bata a mão no bolso” circulou a internet nesta sexta (10).

O vídeo abaixo foi compartilhado por perfis como Haddad Debochado (128,8 mil seguidores) e pelo youtuber Felipe Neto (10,2 milhões de seguidores).

Procurada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, para comentar, a Igreja Universal disse que reconhece a veracidade mas que o vídeo exibe uma fala retirada de contexto e “serve apenas ao preconceito religioso contra a Universal e seus 7 milhões de fiéis e simpatizantes no Brasil”.

Em resposta a coluna, a Igreja Universal disse que se trata de um vídeo antigo de 2018.

Leia abaixo o que disse a Igreja Universal:

“Trata-se de um vídeo antigo, de 2018. A fala, retirada de seu contexto, serve apenas ao preconceito religioso contra a Igreja Universal do Reino de Deus e seus 7 milhões de fiéis e simpatizantes no Brasil. O dízimo não é uma doutrina da Universal, mas um ensinamento bíblico. Quem devolve o dízimo, o faz por obediência à palavra de Deus. Nem aqueles que têm ódio da Universal e dos demais cristãos, nem o jornal ‘Folha de S. Paulo’ precisam se sentir obrigados a praticar a fé cristã, mas não têm o direito de debochar quem opta por obedecer às sagradas escrituras.”

Fonte: Folha de S. Paulo

Categorias
Artigos Noticias

Justiça condena Igreja Universal por coagir fiel a dar o dízimo

 

Por Luana Santiago | Correspondente do The Christian Post

A Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) condenou esta semana a Igreja Universal do Reino de Deus a pagar indenização de R$ 20 mil, por ter coagido um casal de fiéis a entregar dízimos.

  • Igreja Universal

    (Foto:Divulgação)

    Igreja Universal condenada a pagar indenização de R$ 10 Mil por agressão

Segundo a publicação Terra, uma empresária e seu companheiro afirmaram terem sido enganados e iludidos.

De acordo com a empresária, o casal passava por problemas financeiros, quando decidiram procurar a Igreja Universal. A mulher afirma que ao final de cada culto, passava-se uma cesta recolhendo doações e que pastores afirmavam que, quanto mais dinheiro fosse doado, mais Jesus daria em troca.

O casal que pede indenização por danos morais e materiais chegou a vender o veículo que possuía, entregou joias, eletrodomésticos, aparelho celular e uma impressora à Igreja.

Houve revogação da sentença pela Igreja Universal que alegou não constrangir seus fieis a entregar dízimos. Eles declararam também que não há provas de que a mulher estivesse provada de discernimento durante o período no qual frequentou a igreja, salientando que ela passou a frequentar o local por vontade própria.

No entanto, a justiça levou em consideração o depoimento de outros fiéis que relataram o momento da entrega dos dízimos, onde uma delas revelou já ter doado em torno de R$ 5 mil e um carro, falando também sobre o voto quebrado, que segundo a igreja seria uma penalidade sofrida por aqueles que não cumprem com o voto.

Curta-nos no Facebook

De acordo com a justiça, os depoimentos demonstram que a empresária, juntamente com os demais fieis, foi desafiada a fazer donativos, inclusive superiores a sua capacidade financeira, com o objetivo de provar a fé e sob ameaça de não ser abençoada.

Apesar do dízimo ser considerado uma doação voluntária, se provado que o doador foi coagido a tal ato, a doação pode ser anulada sob pena de sofrimento ou penalidades. De acordo com o desembargador Tasso Caubi Soares Delabary, nesses casos, a violência psicológica é tão ampla e profunda que anula, por completo, a sensatez e a manifestação da vontade.

Categorias
Noticias

Neymar da testemunho de frente com a Gabi

DE FRENTE COM GABI

Foto - Neymar de frente com a Gabi

Em entrevista, Neymar diz que continua pagar o dízimo

O atacante Neymar disse hoje, em entrevista à apresentadora Marília Gabriela, no SBT, que segue sendo bastante religioso e que doa dinheiro constantemente à Igreja. "Continuo ajudando a igreja (Batista) com o dízimo", disse o santista, que é evangélico.

Ainda na mesma entrevista, o jogador disse que orgias são comuns no meio do futebol, mas negou ter participado de alguma delas. "Suruba não é só jogador que faz. Aparecer, a situação aparece, mas nunca fiz", disse

Data: 2/5/2012 09:13:25
Fonte: Terra Esportes