Categorias
Artigos

Pestilências são um sinal da volta de Cristo, lembra pastor

Hernandes Dias Lopes fez alerta em suas redes sociais

Hernandes Dias Lopes. (Foto: Reprodução / Facebook)

O reverendo presbiteriano Hernandes Dias Lopes fez um alerta a todos os cristãos em seu perfil do Facebook. Falando sobre a segunda vinda de Cristo, o pastor lembrou de alguns sinais bíblicos que evidenciariam os tempos do fim.

Asseverando que ninguém pode marcar ou prever a data do retorno de Cristo, o reverendo apontou alguns sinais que deveriam mobilizar os cristãos em sua fé e alertar sobre a brevidade dos tempos.

O alerta acontece em meio ao alarde de surto do coronavírus, que já causou a morte de 2,9 mil pessoas na China e outras 120 em outras partes do mundo, de acordo com dados oficiais do governo chinês. Fora da China, o vírus segue se espalhando no Irã, Itália e Estados Unidos.

O Brasil segue com 2 casos confirmados e 433 casos suspeitos. Os dois infectados são brasileiros que estiveram recentemente na Itália. Eles estão em isolamento domiciliar.

Confira os 10 sinais listados pelo reverendo:

  1. Engano religioso;
  2. Guerras e rumores de guerra;
  3. Terremotos;
  4. Pestilências;
  5. Aumento da ciência;
  6. O aumento da iniquidade;
  7. O esfriamento do amor;
  8. A perseguição religiosa;
  9. A apostasia;
  10. O aparecimento do homem da iniquidade.
Categorias
Cultos

Porta de entrada para o céu? Telescópio Hubble da NASA encontrou incrível estrutura no centro de uma galáxia

Uma imagem incrível do que parece ser uma cruz no centro da galáxia M51 provocou teorias de que seja a porta de entrada para o céu.
Porta de entrada para o céuEsta estrutura em forma de cruz provocou teorias de que seja uma porta de entrada para o céu (foto: NASA)

A foto, tirada pelo Telescópio Espacial Hubble da NASA, mostra uma incrível estrutura em forma de X no espaço profundo, a qual se assemelha a um crucifixo.

A foto foi tirada pela câmera Wide Field Planetary do famoso telescópio.

A imagem foi divulgada pela agência espacial em junho de 1992 – de acordo com hubblesite.org – mas acaba de ressurgir no site de conspiração Disclose.tv.

De acordo com o site hubblesite.org, que publicou a imagem pela primeira vez, a cruz é devido a “absorção pelo pó e marca a posição exata de um buraco negro”*.

(*Não confundir com a foto real de um buraco negro, que os cientistas prometeram mostrar ao mundo hoje.)

(*Na verdade, o site diz que o tamanho da imagem é de 1.100 anos-luz)

Ele informou:

A barra mais escura pode ser um anel de poeira que tem 100 anos-luz de diâmetro.

A estrutura não só oculta o buraco negro e o disco de acreção de serem vistos diretamente da Terra, mas também determina o eixo de um jato de plasma de alta velocidade e limita a radiação do disco de acreção a um par de cones de luz de orientação oposta, que ioniza o gás capturado em seu feixe.

A segunda barra do ‘X’ pode ser um segundo disco visto na borda, ou possivelmente gás e poeira na galáxia M51 se cruzando com os jatos e cones de ionização.

A incrível descoberta provocou alegações de que poderia provar a existência do céu.

Um comentarista escreveu no Disclose.tv:

Uau, eu acho que estive errado todos esses anos!

Este é certamente um sinal de que Deus existe e ele está nos mostrando que o céu reside no centro da nossa galáxia.

Outro escreveu:

Interessante. Eu diria que o X marca o local, mas parece um crucifixo. Na verdade, parece uma figura pendurada em um crucifixo …

(Fonte)

Categorias
Cultos

Sinais da volta de Cristo já estão acontecendo e revela algo assustador

Você já parou para pensar como será o Apocalipse? Qual seria o maior sinal para sabermos sobre o fim dos tempos? E o anticristo? Para responder essas e outras perguntas, o pastor Naêif Almeida esclareceu diversos pontos sobre o último livro da Bíblia. Ele afirma que há interpretações sobre as Escrituras e salienta o retorno dos judeus para Israel.

“Algumas interpretações da profecia bíblica deixavam isso totalmente à parte. Hoje, os irmãos que entendiam que Israel já não estavam mais no cenário profético, estão cedendo a essa visão. Pois é algo muito claro. Israel não é apenas um povo que voltou para sua terra, mas um povo que tem expressão no mundo”, disse ele.

“Pessoas que não estão acostumadas com esse tema não percebem como aqueles que estão mais atentos, mas nós estamos dentro do momento, por isso que não temos essa noção tão clara, do tamanho que é esse sinal do povo judeu novamente na terra deles. Eles passaram dois mil anos dispersos e não desapareceram como nação”, pontuou.

“Mas eles voltaram para o mesmo lugar de origem e segundo o profeta ezequiel isso estaria acontecendo. É a visão do vale dos ossos secos. Então, a gente vê o final da segunda guerra mundial, você vê o vale de ossos secos, os tratores empurrando aqueles corpos para dentro das valas”, relembrou. “É muito clara a palavra profética (sobre Israel). Eles estariam novamente na terra deles no fim dos tempos. Esse talvez seja um dos maiores sinais que o Senhor dá”, coloca.

Cartas às igrejas

Sobre as cartas do apóstolo João às sete igrejas mencionadas no livro de Apocalipse, o pastor explica. “Essas igrejas estão todas na Turquia e elas representam as igrejas do período gentio, ou no tempo dos gentios. Mas, não existe nenhuma referência a igreja da judéia, para que ficasse bem claro que a mensagem era para a Igreja e não objetivamente para Israel”, comentou.

“Então, essas igrejas representam ao longo da história toda igreja gentílica, espalhada fora de Israel. A mensagem é para toda a Igreja, em todos os períodos da história, desde o momento em que ela foi estabelecida em Pentecostes, até o momento em que ela será arrebatada para um encontro com o Senhor nos ares. Podemos identificar isso historicamente. A primeira é a igreja de Éfeso que está bem caracterizada com a igreja primitiva”, ressaltou.

Confira a explicação na íntegra:

FONTE: GUIA-ME