As dores do parto começam? NASA procura desviar asteróide que vai para a Terra

 Diário Cristiano web

A Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) e a NASA reuniram esforços para realizar um Teste de Redirecionamento de Asteróides Duplos (DART), considerado um teste do sistema de defesa planetária, que está prevista para o mês de dezembro de 2020, explicou o site oficial da ESA.

Este é o único projeto que usará a técnica de impacto cinético para mudar o caminho de um asteróide supostamente perigoso pela primeira vez. O principal objetivo do teste é chamado de asteróide Didymoon, localizado a cerca de 11 milhões de quilômetros da Terra. Especificamente sua pequena lua (em termos especiais), Didymoon tem cerca de 150 metros de diâmetro, um tamanho comparável à Grande Pirâmide de Gizé, no Egito.

Os cientistas planejam enviar uma sonda especial para o espaço para colidir com o asteroide e mudar o curso. O desvio do corpo celeste pelo impacto do satélite será medido e analisado, a fim de avaliar se este método tem algum potencial no caso de uma ameaça real surgir. Quanto ao Didymoon, ele foi selecionado como um objeto de teste especificamente por ser tão pequeno, já que não representa uma ameaça.

“Vamos entender muito melhor se esta técnica poderia ser usada para asteróides maiores, dando-nos a certeza de que poderia proteger o nosso planeta, se necessário”, escreveu Michael Kuppers, um dos cientistas da ESA envolvidos no projeto ambicioso.

O vídeo representa o plano do DART emitido pela NASA, onde o impacto cinético que poderia redirecionar um asteróide no âmbito do programa de defesa planetária da agência é claramente visto.

Fonte: RT

Siga-nos