Categorias
Cultos

Coronavírus e a igreja: é certo cancelar o culto?

É absolutamente prudente uma Igreja abrir mão do encontro presencial – por amor aos irmãos e em favor da sociedade

Bancos da igreja vazios. (Foto: Rudy and Peter Skitterians / Pixabay)

Parece-me que o povo de Deus ainda tem muito a amadurecer na fé. Um problema como esse (cancelar o culto ou não) deveria ser um dos mais tranquilos e fáceis de resolver.

Antes de tudo, preciso informar que o culto ao Senhor não é uma prerrogativa do “Templo”. O culto a Jesus Cristo deve transcender as quatro paredes – ou alguma coisa está errada na espiritualidade da comunidade. Se nós dependemos de reuniões públicas para que a nossa comunhão com o Senhor não morra, isto é um sinal de que estamos espiritualmente deficientes.

Contudo, veja: este é um tempo em que o valor da congregação será medido nos corações. Pois logicamente não é saudável que alguém se sinta confortabilíssimo de não estar mais em comunhão com outros irmãos em virtude das precauções relacionadas à pandemia da Covid-19.

A espiritualidade cristã se desenvolve na lógica binária [porém, paradoxal] “quarto x templo”, onde eu cresço na devoção a Cristo através dos meios de graça que são compartilhados numa relação vertical direta entre eu e o Deus Trino e na relação horizontal direta entre eu, o Deus Trino e meus irmãos.

Nenhum cristão saudável vive muito tempo sem a Igreja. Nenhum cristão saudável morre por ficar por algum tempo sem a Igreja.

As nuances das peculiaridades de cada congregação não são tão essenciais como é a necessidade de entendermos que, em tempos de pandemia, é absolutamente prudente uma Igreja abrir mão do encontro presencial – por amor aos irmãos e em favor da sociedade – para manter a chama dos encontros familiares (e virtuais) acesa.

A fé de ninguém deve ser testada por conta de um vírus. Creio que o maior teste da fé é o da permanência na mesma em tempos de tribulação e sofrimento.

Entretanto, ainda sabemos de contextos em que os riscos podem ser calculados, como é o caso de algumas Igrejas que possuem um volume baixo de aglomeração e que estão em regiões onde ainda são raros os casos de pessoas infectadas.

Não acho que nestes tipos de casos os líderes e os irmãos estejam tentando a Deus. No entanto, tenho de encorajá-los a refletir se de fato sofrerão muitos danos caso se preservem por algumas semanas para contribuir com as medidas cautelares do Ministério da Saúde.

Creio que, onde há muito barulho, há pouca sabedoria. Precisamos ouvir mais e falar menos nessas horas e evitar fazer acusações uns contra os outros de falta de fé ou de responsabilidade com a sociedade. Tudo que é tratado com mansidão e sabedoria tende a ser solucionado com êxito.

É tempo de oração, seja em casa ou na Igreja. É tempo de confiar em Deus e seguir com a vida normal, ainda que com adaptações de rotina e lugares. Só não é tempo de dividir o Corpo com discussões acerca de uma questão tão simples e tão pontual.

Casado com Ana Talita, seminarista e colunista no site Gospel Prime. É pregador do evangelho, palestrante para família e casais, compositor, escritor, músico, serve no ministério dos adolescentes da Betânia Igreja Batista (Sulacap – RJ), na juventude da PIB de Vilar Carioca e no ministério paraeclesiástico chamado Entre Jovens. Em 2016, publicou um livro intitulado “Aos maridos: princípios do casamento para quem deseja ouvir”.

Por Pastor Ângelo Medrado

Pastor Batista, Avivado, Bacharel em Teologia, PhDr. Pedagogo Holístico docente Restaurador, Physgal, Reverendo pela International Minystry of Restoration - USA - Multiuniversidade Tupinambarana - Descendente Indígena Tupinambarana, Autor dos Livros: A Maçonaria e o Cristianismo, O Cristão e a Maçonaria, A Religião do AntiCristo, Vendas Alto Nivel com Análise Transacional, Comportamento Gerencial. Conhecimentos de Ingles,Espanhol,Francês,
Casado, 4 filhos, 4 netos, Pastor da Igreja Batista Avivada em Brasilia,DF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.