Categorias
Israel Noticias

Rabino de Jerusalém preso por suspeita de escravizar 50 mulheres e crianças

“Eles colocavam os dedos das meninas no fogo para fazê-las entender o que diabos é”.

A instalação onde 50 mulheres escravizadas teriam sido mantidas em Jerusalém
(crédito da foto: UNIDADE POLICIAL)

Cerca de 50 mulheres escravizadas e seus filhos foram descobertos durante uma batida policial em uma instalação residencial em Jerusalém na segunda-feira. Um rabino ultra-ortodoxo de 60 anos foi preso sob suspeita de liderar uma seita abusiva nas instalações.

A polícia está investigando o possível abuso de crianças entre cinco e 11 anos de idade na suposta seita. Nove mulheres, incluindo a esposa do homem, foram presas sob suspeita de ajudar e favorecer o suposto abuso. O abuso sexual denunciado também está sob investigação.

Segundo o Canal 12, o homem foi preso depois que seis das mulheres supostamente mantidas por ele escaparam e apresentaram um relatório ao Centro Israelense de Sobreviventes de Culto.

As meninas que foram recrutadas pela seita “foram ensinadas a se desassociar de seus pais, famílias e amigos”, disse a polícia. Houve “múltiplas lições de modéstia”, durante as quais as meninas foram mostradas “inferno, bravura e fogo, ameaças e sustos sobre a vida após a morte. Eles colocavam os dedos das meninas no fogo para fazê-las entender o que diabos é.

A polícia disse que mais prisões aconteceriam.

O rabino preso, que está sob suspeita de abusar das crianças e das mulheres, disse que “ninguém acredita que isso seja verdade”. Ele negou manter crianças nas instalações, dizendo: “Os menores em casa? Talvez eles sejam meus netos que vieram. ”Quando perguntado se eles eram mantidos como escravos, ele disse:“ Além de absurdo, é estúpido. ”Seu advogado disse:“ O rabino afirma que houve uma disputa entre as mulheres em o ‘seminário’ [a suposta seita ] e seus familiares ”, segundo Ynet.

O suposto líder da seita foi preso no passado após denúncias do Centro Israelense de Sobreviventes de Culto. Ao ser libertado em 2015, ele falou com Oded Ben-Ami, do canal 12 (então canal 2), dizendo que “a grande maioria das meninas vai trabalhar de manhã e à tarde elas participam das aulas por talvez três horas … quando havia meninas que não gostavam em casa, eu era cruel com elas e as obrigava a tentar de novo e de novo e de novo. ”

Quando perguntado na segunda-feira como ele esperava que o caso continuasse, o rabino respondeu: “Assim como da última vez, quando a polícia decide que isso acabou”.

Testemunhas que estudam perto da instalação disseram que “veriam meninas dormindo em colchões no telhado no frio, às vezes na chuva. Tentamos ligar para eles, mas eles não responderam. ”Eles disseram que uma cobertura foi colocada mais tarde no telhado“ para que não víssemos o que estava acontecendo ”.

Categorias
Israel

Influente rabino de Israel anuncia que Messias virá com sinal visível nos céus

Nascimento de nova estrela gerará brilho intenso para marcar evento


Rabino anuncia que Messias virá com sinal visível nos céus

É bastante raro um jornal secular dar espaço para falar sobre a vinda do Messias judeu. Contudo, o Internacional Business Times, voltado para economia e negócios está falando sobre o assunto.
Em matéria publicada esta semana, destacou as previsões do Rabino Yosef Berger, líder da sinagoga Túmulo do Rei Davi, localizada no Monte Sião, em Jerusalém. Ele está anunciando: “O processo da vinda do Messias será acompanhado pelo surgimento de várias novas estrelas… Segundo textos antigos [Zohar e Rambam] ele não virá de Jacó… um descendente da tribo de Judá”.

O rabino Berger cita os escritos do famoso rabino Moses ben Maimon, apelidado de Ramban, que viveu no século 12. “Ele fala sobre esse versículo [Números 24:17] mostrando que a aparição de uma estrela brilhante é prova de que o Messias viria”.

As declarações coincidem com as recentes revelações dos astrônomos do Calvin College, no Michingan, Estados Unidos. Eles divulgaram que haverá uma colisão de estrelas em 2022 ou 2023. O professor Larry Molnar, ligado à instituição, diz que é impossível prever a data exata, mas comemora: “Há uma chance em um milhão de que uma explosão entre estrelas seja visível para nós. Isso nunca foi registrado antes”.

O Daily Mail, um dos jornais mais lidos do Reino Unido, também deu destaque ao assunto, afirmando que esse seria um sinal da “segundo vinda” de Cristo.

O fato é que essa explosão, que geraria uma supernova, será capaz de gerar uma luz intensa, facilmente visível da Terra.

Segundo os estudiosos, uma supernova pode ter um brilho 10 mil vezes mais intenso que as estrelas mais brilhantes que vemos no céu. Esse tipo de evento geralmente é impossível de ser previsto, pois ocorrem a milhões de anos-luz de nosso planeta.

O professor Molnar vem acompanhando a rota da estrela conhecida como KIC 9832227 desde 2013. Ele e sua equipe explicam que essa estrela é, na verdade, um sistema binário em que duas estrelas orbitam em torno de um centro de gravidade comum. Elas eventualmente irão se fundir e explodir. Quando isso acontecer, ela será visível na constelação de Cygnus (Cisne), que tem a forma de uma cruz e por isso também é conhecida como “Cruzeiro do Norte”.Com informações do Gospel Prime

Categorias
Cultos Estudos Israel Vídeos

Tocar shofar não tem nada a ver com culto evangélico, diz reverendo

Augustus Nicodemus também citou a presença do candelabro, da arca e de se vestir como rabino

 

 “Tocar shofar não tem nada a ver com culto”

O polêmico Reverendo Augustus Nicodemus em resposta a um vídeo sobre a pergunta: : É bíblico tocar shofar no culto?  Este instrumento era utilizado nas cerimônias daquela época era um ritual próprio para os cultos daqueles cultos. Os costumes da época condiziam com essa prática.

Segundo Augustus Nicodemus  tocar shofar, assim como apresentar ofertas de cereais, queimar incenso, usar estola e sacrificar animais não cabem para este tempo. “Todas essas coisas eram simbólicas e tipológicas, elas apontavam para o Senhor Jesus Cristo”, explica o Reverendo.

As cartas paulíneas aos Romanos, aos Hebreus, Gálatas e Tessalonicenses, afirmam que todas essas coisas se cumpriram em Cristo, desfazendo esses rituais do Antigo Testamento e que na atualidade essas coisas são velhas e já passaram. “Portanto, não faz o menor sentido num culto evangélico – que é centrado na pessoa de Cristo – que se toque shofar, que se traga a arca, que alguém se vista de rabino, que se traga candelabro, que se fale do púlpito como se fosse o altar, que fale dessa questão de sacrifício… não tem nada a ver”. disse.

Augustus Nicodemus deixa claro que o culto evangélico é centrado na palavra de Deus e despojado de representações. “As únicas representações autorizadas são a ceia do Senhor e o batismo”. Essas são ordenanças de Nosso Senhor Jesus Cristo para serem cumpridas nos cultos atuais. A utilização desses objetos e instrumentos  são contrários aos ensinamentos do Novo Testamento e faziam parte dos cultos judaicos.. Hoje vivemos no período da Graça e a Graça de Nosso Senhor Jesus Cristo nos basta. Apresente ao Senhor um culto racional diz a Palavra e não um show para agradar os presentes o culto deve agradar a Deus em louvor da Sua Glória. com informações gospel prime.

 

 

 

 

 

 

 

 

httpv://www.youtube.com/watch?v=815r65GJFYg

 

 

 

045

 

Rev. Ângelo Medrado, Bacharel em Teologia, Doutor em Novo Testamento, referendado pela International Ministry Of Restoration-USA e Multiuniversidade Cristocêntrica é presidente do site Primeira Igreja Virtual do Brasil e da Igreja Batista da Restauração de Vidas em Brasília DF., é autor de diversos livros entre eles: Maçonaria e Cristianismo, O cristão e a Maçonaria, A Religião do antiCristo, Vendas alto nível, com análise transacional e Comportamento Gerencial.