Categorias
Noticias

Em Angola, vice-presidente Mourão pede fim das tensões na Igreja Universal

  
Vice-presidente Hamilton Mourão
Vice-presidente Hamilton Mourão

Durante agenda em Angola, o vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão (PRTB), pediu um arrefecimento das tensões dentro da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), que já levaram à suspensão da direção de origem brasileira e criaram tensão política entre os dois países.

Mourão afirmou que o governo brasileiro gostaria que se chegasse a um consenso entre as duas partes. Há um embate entre a direção brasileira da Universal — fundada e liderada pelo bispo Edir Macedo —, e bispos e pastores angolanos que se rebelaram, desde o final de 2019, passando a contestar o comando geral da igreja.

“O governo brasileiro gostaria que se chegasse a um consenso entre essas duas partes e que o Estado angolano recebesse a delegação parlamentar brasileira que quer vir aqui para tentar chegar a um acordo e a um ponto em que se arrefeça as diferenças que ocorreram”, pediu Mourão.

Recentemente, governo angolano reconheceu a direção angolana como a legítima representante da instituição religiosa no país. Sem terem seus vistos renovados, muitos pastores e bispos brasileiros saíram da Angola. Também houve suspensão da televisão evangélica Record.

Segundo Mourão, esta divisão interna criou um problema “no plano espiritual”, mas também “no plano político”. Ele defendeu a busca por “uma pacificação, apesar de não ser um assunto” que envolva diretamente o governo brasileiro. Trata-se de uma “questão mais privada”, concluiu.

Em entrevista à Agência Lusa, Mourão disse que o problema da Igreja Universal em Angola afeta o governo e a sociedade brasileira.

“Essa questão da Igreja Universal aqui afeta o governo e a sociedade brasileira pela penetração que essa igreja tem e pela participação política que ela possui [no Brasil], com um partido que é o Partido Republicano, que representa o pessoal da igreja”, explicou Hamilton Mourão em entrevista à Agência Lusa na sexta-feira (16/7).

Fonte: Metrópoles

Categorias
Cultos

Igreja Universal se pronuncia sobre vídeo de Edir Macedo dizendo que Espírito Santo quer dinheiro

Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus
Edir Macedo, líder e fundador da Igreja Universal do Reino de Deus

Um vídeo no qual o bispo Edir Macedo diz a fiéis “não creio que o Espírito Santo queira palmas. Ele quer que você nos ajude a pagar as nossas contas. Amém? Ele quer que você bata a mão no bolso” circulou a internet nesta sexta (10).

O vídeo abaixo foi compartilhado por perfis como Haddad Debochado (128,8 mil seguidores) e pelo youtuber Felipe Neto (10,2 milhões de seguidores).

Procurada pela colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, para comentar, a Igreja Universal disse que reconhece a veracidade mas que o vídeo exibe uma fala retirada de contexto e “serve apenas ao preconceito religioso contra a Universal e seus 7 milhões de fiéis e simpatizantes no Brasil”.

Em resposta a coluna, a Igreja Universal disse que se trata de um vídeo antigo de 2018.

Leia abaixo o que disse a Igreja Universal:

“Trata-se de um vídeo antigo, de 2018. A fala, retirada de seu contexto, serve apenas ao preconceito religioso contra a Igreja Universal do Reino de Deus e seus 7 milhões de fiéis e simpatizantes no Brasil. O dízimo não é uma doutrina da Universal, mas um ensinamento bíblico. Quem devolve o dízimo, o faz por obediência à palavra de Deus. Nem aqueles que têm ódio da Universal e dos demais cristãos, nem o jornal ‘Folha de S. Paulo’ precisam se sentir obrigados a praticar a fé cristã, mas não têm o direito de debochar quem opta por obedecer às sagradas escrituras.”

Fonte: Folha de S. Paulo

Categorias
Cultos

Homem de confiança de Edir Macedo é expulso da Igreja Universal

Bispo Rogério Formigoni foi desligado da Igreja Universal por suposto caso extraconjugalBispo Rogério Formigoni foi desligado da Igreja Universal por suposto caso extraconjugal

O bispo Rogério Formigoni, homem de confiança do bispo Edir Macedo, líder da Igreja Universal, foi expulso da denominação.

Em um vídeo publicado no YouTube, Alfredo Paulo, que é ex-bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, relata que Formigoni confessou à esposa que tinha trocado mensagens com outra mulher, mas que estava arrependido.

O ex-bispo ainda diz que Formigoni foi delatado pelo bispo Renato Cardoso, genro de Edir Macedo, durante uma reunião de pastores realizada no dia 12 de setembro.

Segundo Alfredo, Formigoni foi fotografado com a mulher em seu carro. O registro foi feito por um detetive contratada pelo marido da suposta mulher que trocou mensagens com o bispo.

Apesar de os religiosos decidirem ajudar o colega, Formigoni foi excluído da Universal mesmo por apenas ter enviado e recebido mensagens. Conforme o bispo, não teria havido contato físico com a mulher.

Fonte: Pleno News e Metrópoles