Líder de adoração da Hillsong abandona a fé cristã

 

Marty Sampson, cantor, compositor e líder de adoração da Hillsong, anunciou o abandono da fé cristãMarty Sampson, cantor, compositor e líder de adoração da Hillsong, anunciou o abandono da fé cristã

Marty Sampson, um escritor de música de adoração, cantor e membro ativo da Hillsong anunciou publicamente que se afastou da fé cristã em uma publicação nas redes sociais.

O anúncio é feito apenas algumas semanas depois de o conhecido autor cristão Joshua Harris anunciar sua saída do cristianismo, ambos compartilhando suas notícias pelo Instagram.

Sampson, que escreveu músicas para Hillsong Worship, Hillsong United, Delirious e Young & Free, compartilhou um post, já excluído do Instagram, explicando como ele “perdeu” sua fé.

O post revelou as aparentes lutas de Sampson com a ciência e as “contradições na Bíblia”.

“Hora de uma conversa real. Estou genuinamente perdendo minha fé e isso não me incomoda. Tipo, o que me incomoda agora não é nada. Estou tão feliz agora, tão em paz com o mundo. É louco.”, diz Sampson.

“Quantos pregadores caem? Muitos. Ninguém fala sobre isso. Quantos milagres acontecem. Não muitos. Ninguém fala sobre isso. Por que a Bíblia é cheia de contradições? Ninguém fala sobre isso. Como Deus pode ser amor ainda enviar quatro bilhões de pessoas para um lugar, tudo porque eles não acreditam? Ninguém fala sobre isso. Os cristãos podem ser as pessoas mais preconceituosas do planeta – eles também podem ser algumas das pessoas mais bonitas e amorosas. Mas não é para mim.”, continua.

O post continua com Sampson dizendo que quer saber apenas a verdade e que o cristianismo se tornou “como outra religião neste momento”.

“Eu quero a verdade genuína. Não o tipo de verdade “Eu apenas acredito”. A ciência continua perfurando a verdade de todas as religiões. Muitas coisas ajudam as pessoas a mudar suas vidas, não apenas uma versão de Deus. Tenho muito mais a dizer, mas para mim, eu mantenho isso real. Deixar de seguir se você quiser, eu nunca estive vivendo minha vida pelos outros.”

“Tudo o que sei é o que é verdade para mim agora, e o cristianismo me parece uma outra religião neste momento. Eu poderia continuar, mas não vou. Amar e perdoar absolutamente. Seja gentil, absolutamente. Seja generoso e faça o bem aos outros absolutamente. Algumas coisas são boas, não importa em que você acredite. Deixe a chuva cair, o sol vai nascer amanhã.”, finaliza.

Hillsong não foi encontrado para comentar o anúncio de Sampson.

Sampson escreveu e cantou canções de adoração com várias lendas de Hillsong, de Darlene Zschech a Joel Houston e Brooke Ligertwood.

Algumas de suas canções, em inglês, incluem: “Carry Me”, “Better Than Life”, “King of Majesty”, “For Who You Are”, “Take it All”, “Came to My Rescue”, e mais recentemente “One Thing” e “O Praise the Name (Anástasis)”.

As alegações de Sampson

Algumas das alegações de Sampson para deixar a fé incluem não falar sobre a falha da igreja em abordar controvérsias, a devastação da condenação eterna e as contradições encontradas na Bíblia.

Ken Ham, o CEO e fundador da Answers in Genesis (Resposta em Gênesis), twittou sobre o post de Sampson, instando-o a investigar suas dúvidas, citando fontes como Ark Encounter e Creation Museum como ferramentas úteis.

“Em seu anúncio no Instagram, entre outras coisas, ele menciona especificamente a ciência, tentando entender um Deus amoroso com pessoas indo para o inferno, e supostas contradições bíblicas”, escreveu Ham.

“Ele afirma que ninguém fala sobre esses assuntos”, escreveu Ham. “Na verdade, isso provavelmente é verdade em muitas igrejas – mas não é verdade em Answers in Genesis e em nossas duas atrações Ark Encounter @ArkEncounter & Creation Museum @CreationMuseum.”

“Produzimos muitos recursos para lidar com esses tópicos para ajudar”, acrescentou ele. “As igrejas e os ensinamentos ensinam a verdade sobre a verdadeira ciência, confirmando Gênesis e compreendendo a morte e o sofrimento em relação ao nosso pecado em Adão.”

Ham também apontou que as inconsistências no ensino cristão não derivam da Bíblia, mas de como as pessoas a interpretam.

“Infelizmente muitos jovens de nossas igrejas foram ensinados comprometendo os líderes da igreja a acreditar em milhões de anos, o que significaria que a morte, o sofrimento e as doenças que vemos hoje estão acontecendo há milhões de anos – por isso é culpa de Deus! Mas morte, doença e sofrimento são uma consequência do nosso pecado – é nossa culpa ”, acrescentou.

Ham acrescentou que Answers in Genesis fornece livros sobre tópicos que discutem “as supostas contradições na Bíblia para mostrar quando as passagens são entendidas corretamente, não há contradições”.

“Essa triste situação sobre essa pessoa é um lembrete de que a igreja e os pais precisam ensinar apologética para combater os ataques de hoje à Palavra de Deus”, concluiu ele.

A notícia de Marty Sampson tem entristecido muitos cristãos que ainda estavam recebendo o anúncio semelhante feito há algumas semanas por Joshua Harris, autor de I Kissed Dating Goodbye.

Em poucas semanas, Harris, anunciou  que estava se separando de sua esposa, que havia se afastado da fé cristã e participou da Parada LGBT no Canadá.

Folha Gospel com informações de Christian Today e Faithwire

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.