Câmara aprova uso de dinheiro público para advogados de corruptos

Alterações nas regras eleitorais também permite uso de dinheiro economizado por outros partidos.

Por  – gospelprime.com

Câmara dos Deputados. (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (3) alterações nas regras eleitorais, incluindo a possibilidade de os partidos usarem dinheiro público para pagar advogados para integrantes envolvidos com corrupção.

O texto também prevê que o dinheiro economizado por partidos que não utilizem o fundo eleitora, o chamado “Fundão”, seja dividido proporcionalmente para os outros partidos gastadores.

Na avaliação do deputado Marcel Van Hattem, a proposta também abre brecha para que o dinheiro seja usado para financiar ideologias que não são aceitas pela sociedade.

“Aberração! Dinheiro público para bancar o Lula livre? Acaba de ser aprovada uma lei que permite que partidos políticos paguem advogados para seus corruptos com dinheiro dos impostos! Palhaçada!”, escreveu o deputado.

Os políticos analisaram o texto na calada da noite, às 22 horas, aprovando o projeto uma hora após o início da sessão no Plenário.

O líder do Novo usou a tribuna para criticar o projeto, lembrando que seu partido tem buscado se financiar através de doações, evitando o uso de dinheiro público nas campanhas eleitorais.

Já o deputado Luiz Philippe de Orleans Bragança (PSL-SP), que usou o Facebook para criticar o projeto, afirma que os partidos agora podem utilizar o fundo eleitoral até mesmo na compra de imóveis.

Ele fez uma transmissão diretamente da Câmara dos Deputados, juntamente com outras parlamentares do PSL, que também se posicionaram contra a aprovação do texto.

O Absurdo do PL dos Partidos: PL 11021

Posted by Luiz Philippe de Orleans e Bragança on Tuesday, September 3, 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.