Vários terroristas se suicidaram nos atentados em série no Sri Lanka

Último balanço das autoridades aponta que número de mortos por explosões chegou a 290. Governo fará funeral na terça-feira (23)
R7
Ataques ocorreram em igrejas e hotéis de luxo no país

Ataques ocorreram em igrejas e hotéis de luxo no país

EFE/ M.a. Pushpa Kumara/22.04.2019

O Governo do Sri Lanka informou nesta segunda-feira (22) que vários terroristas se suicidaram nos atentados em série durante o Domingo de Páscoa em três igrejas e três hotéis de luxo no país, e que deixaram um saldo de 290 mortos e cerca de 500 feridos.

“A maioria foi de ataques suicidas. Com base nisso estamos fazendo operações e detenções, e também foram identificados e realizadas inspeções em seus lugares de treinamento”, disse em entrevista coletiva em Colombo o ministro de Saúde do país, Rajtha Senraratne.

As autoridades também informaram que o país que fará uma homenagem na terça-feira (23) em um funeral oficial para as quase 300 vítimas que morreram na série de explosões.

O funeral vai acontecer na terça-feira na igreja Katuwapitya em Negambo, a poucos quilômetros ao norte de Colombo, já que se deve “cumprir rapidamente a última vontade (das vítimas), devido à natureza das lesões”, declarou para a imprensa o ministro de Turismo do país, John Amarathunga.

“Asseguro a vocês que o Governo do Sri Lanka está fazendo tudo o que pode”, ressaltou Amarathunga em frente ao hospital Nacional, para onde foram levadas a maioria das vítimas.

“Conseguimos deter as pessoas que estão por trás disto, em breve saberemos quem são, quem os patrocina e quem são os responsáveis”, assegurou o ministro de Turismo.

Amarathunga acrescentou que as autoridades estão tomando as precauções necessárias para intensificar a segurança do país e prevenir ataques como este.

“Sri Lanka estará muito seguro, garantiremos a segurança do povo”, concluiu o ministro, após uma série de atentados que podem prejudicar muito o pujante setor turístico da ilha.

Siga-nos
error0