Categorias
Cultos

Religião Mundial Única: O Vaticano usa Moisés para promover o ecumenismo entre os evangélicos

De acordo com diferentes meios católicos, o Vaticano está promovendo o “Encontro das Religiões Mundiais” da reabertura do Memorial de Moisés.

O cardeal Sandri, prefeito da Congregação das Igrejas Orientais, presidiu a cerimônia de abertura do Memorial de Moisés, no Monte Nebo (Jordânia). Este lugar tem sido durante séculos um ponto de encontro para as três grandes religiões monoteístas: cristianismo, judaísmo e islamismo.

Durante a inauguração, Sandri destacou a oportunidade oferecida por este evento histórico para superar as atuais divisões entre as comunidades orientais e os povos das outras religiões monoteístas, que encontram neste lugar sagrado um espaço de diálogo e encontro.

Além disso, ele expressou seu desejo de paz para os povos da Jordânia, Síria e Iraque precisamente no lugar sagrado onde, de acordo com a Bíblia, Moisés recebeu os Dez Mandamentos.

Na homilia, o enviado especial do papa lembrou “a geração mais jovem desse amado Oriente Médio”, esperando que eles possam ser “acompanhados no limiar de uma vida pacífica em seus países, na coexistência pacífica entre religiões e culturas”. em uma competição mútua pela caridade e pela construção do bem comum, e não retornar à violência “.

Lembrando o valor da liberdade religiosa, o cardeal acrescentou: “Se, como Moisés, estendemos nosso olhar para toda a terra circundante, estamos cônscios de divisões e evidências contra ela; conflitos que por décadas confrontaram o povo de um povo contra outro; o grito dos que fogem da guerra e da perseguição na Síria e no Iraque e encontram refúgio na terra jordaniana. “

Acusando a “surdez” daqueles que “têm nas mãos o destino dos povos e das nações e preferem preservar os mercados e os lucros, em vez de salvar as vidas inocentes de mulheres e crianças”, ele espera “este santuário “Reaberto no” Ano da Misericórdia, continue sendo um lugar onde os peregrinos “são” educados “em uma” experiência “de paz e convivência.

Finalmente, o Cardeal Sandri agradeceu ao rei da Jordânia por sua hospitalidade e o esforço que ele sempre fez em defesa da coexistência pacífica entre as religiões e para o grande trabalho de acolhimento de refugiados da Palestina, Síria e Iraque. Em conclusão, exortou a comunidade internacional a fazer mais para garantir a paz ea justiça entre os povos e chamado de “para a jornada ecumênica das Igrejas do Oriente” cismas foram consumados “no Oriente, onde hoje é mista o sangue dos cristãos de todas as denominações “.

   Fonte: Notícias da Ásia – Ilustrações obtidas na internet e adicionadas pelo editor deste site.

Por Pastor Ângelo Medrado

Pastor Batista, Avivado, Bacharel em Teologia, PhDr. Pedagogo Holístico docente Restaurador, Physgal, Reverendo pela International Minystry of Restoration - USA - Multiuniversidade Tupinambarana - Descendente Indígena Tupinambarana, Autor dos Livros: A Maçonaria e o Cristianismo, O Cristão e a Maçonaria, A Religião do AntiCristo, Vendas Alto Nivel com Análise Transacional, Comportamento Gerencial. Conhecimentos de Ingles,Espanhol,Francês,
Casado, 4 filhos, 4 netos, Pastor da Igreja Batista Avivada em Brasilia,DF.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.